noticias

Grêmio vence o Ceará fora de casa por 1 a 0 e está a dois pontos do líder


Desde 2011 que o Grêmio não enfrentava o Ceará no Castelão, e neste domingo, dia 27, para pouco mais de 14 mil torcedores, o tricolor venceu o “vozão” por 1 a 0 fora de seus domínios com um gol que surgiu de uma jogada individual de Éverton, que venceu o marcador com drible e velocidade e cruzou para Thonny Anderson, que, livre de marcação, cabeceou para vencer o bom goleiro Everson e garantiu a vitória gremista. Assim, o time voltou a marcar no Brasileirão, superou a retranca do Ceará e está a dois pontos do líder Flamengo.

O Grêmio começou atacando, logo aos 4 minutos, Everton, que voltava à equipe após a lesão sofrida no Gre-Nal, dominou no peito em lançamento de Cícero e soltou um chute forte na trave direita. Na sequência, o atacante novamente apareceu com perigo, mas aí o goleiro Everson saiu rápido do gol e impediu a finalização. O jogo seguiu sem grandes, chances, com uma posse de bola maior do time gaúcho, mas aos poucos o Ceará estava se soltando.

Aos 23 minutos o dono da casa atacou com um chute de fora da área com Juninho. A dupla de zaga gremista, composta por Bressan e Kannemann, teve que trabalhar no primeiro tempo, uma série de cruzamentos na área gremista fez com que os dois fossem exigidos. No final do primeiro tempo, aos 43 minutos, Éverton recebeu pela esquerda, chutou forte e a bola passou próxima a canto superior esquerdo do gol do Ceará.

No segundo tempo, a arbitragem mostrou-se ainda mais fraca; aos 3 minutos, o árbitro Wagner Reway marcou pênalti em lance com Everton. A confusão foi formada e os jogadores do Ceará retificaram e após consulta ao auxiliar de trás do gol,o árbitro voltou atrás e deu simulação do atacante do Grêmio. Na sequência do jogo, o árbitro voltou a errar, desta vez prejudicando o grêmio, Éverton sofreu um chute de Samuel Xavier em cima da linha, o árbitro marcou a infração, mas deu fora da área. Era pênalti para o Tricolor não marcado.

Foi então que a estrela de Renato Portaluppi voltou a brilhar, aos 13 minutos colotou Lima no lugar de Léo Moura, assim Ramiro foi para a lateral direita, logo após, Renato colocou Thaciano no ligar de André, apagado no jogo.

As substituições de Renato surtiram efeito, principalmente a entrada de Thaciano. Em menos de 10 minutos, ele finalizou duas vezes com perigo. Na primeira, o meio-campista fez um lance de centroavante. Recebeu passe de Ramiro dentro da área, fez o giro e chutou cruzado para grande defesa de Everson. Na sequência, Thaciano acertou uma bomba de fora da área. Dessa vez, o goleiro do Ceará tirou de soco.

O Grêmio seguia pressionando. Aos 32, Ramiro cruzou pelo alto, Thaciano escorou para Everton, que acertou um belo chute de esquerda. Mais uma vez Everson apareceu para fazer uma grande defesa.

 

Logo em seguida, Renato fez a terceira mudança no Grêmio: Thonny Anderson no lugar de Maicon. E essa deu mais certo ainda. Em seu primeiro toque na bola, Thonny Anderson recebeu cruzamento de Everton e cabeceou para abrir o placar no Castelão, 1 a 0.

O gol do Grêmio fez o Ceará se abrir. O time de Jorginho saiu desesperado ao ataque, mas sem muita organização. A única chance perigosa veio em chute de Douglas Coutinho de fora da área que Marcelo Grohe fez a defesa. O Grêmio volta a jogar pelo campeonato brasileiro na quarta-feira, dia 30, na Arena, em Porto Alegre, quando vai receber o Fluminense, segundo colocado no Brasileirão.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *